Poemas no e-mail

20 de fevereiro de 2011

Mágica Infantil

Mágica Infantil



Nada na mão direita, percebam...
Na esquerda o mesmo vazio!
Um coelho na cartola...
Uma moeda na orelha...
Agora um buquê de flor!
Sem espinho...

Física quântica, alquimia?
Assim nasce o amor...
O sonho, a poesia...
Surpresa!

Estalo meus os dedos,
Fumaça bem leve...
Palavras secretas...
Brinquedos!

Desce a luz, apago uma estrela
Abracadabra!
Tudo se materializa...
Um verso, um truque, uma vida!
Desejos...

Esqueçam crianças...
Há algo por trás disso tudo...
Suspense!

Não chorem...
Divirtam-se apenas...
sem muitas perguntas!
Segredos...