Poemas no e-mail

30 de janeiro de 2011

Finzim de domingo... Presente

Ainda não sei o título e a autoria... Mas acabo de receber de uma pessoa especial esse presente...
Obrigado silencioso e reflexivo!
Espero ser digno e retribuir com o mesmo carinho!



O mais formoso poema é o que não foi escrito
Flores de sonho cujo aroma as almas sentem
Vozes dos vales que as montanhas nem pressentem
Sorrisos de fantasma e clarões do infinito

De estrofes está cheio o espaço intraduzível
Exílio misterioso ou jardim encantado
Aonde jamais entrou da arte humano o pecado
Mas que poderás ver num dia inesquecível

Nesse dia em que o amor, nossas vidas unir
No silencio de uma hora entre todas divina
Sobre a minha alma a tua alma apaixonada inclina
E os versos que eu não disse, em êxtase hás de ouvir