Poemas no e-mail

29 de janeiro de 2011

Não são pássaros, nem anjos! (Resposta atrasada à Victor Hugo)

Certa vez, disse Victor Hugo:
Sede como os pássaros que, ao pousarem um instante sobre ramos muito leves, sentem-nos ceder, mas cantam! Eles sabem que possuem asas.” 


Eu, atrasado respondi gritando para trás: 
- Sede como os humanos, que pousam na terra seus sonhos...
Porque não são pássaros, nem anjos!
Assim, não tendo asas, erguem as casas como castelos...
...Ou tendas, como ciganos...
Porque não são ervas, nem aves,
Nem tem auréolas!