Poemas no e-mail

2 de maio de 2009

Adentro-lhe como um amigo

É a minha forma de relaxar...
E sei que tu pensas exatamente no que digo...
Ouve-me, será que escutas o timbre de minha voz soar igual ao de todo mundo?!
Não, sei da genética da violência, tento traduzir esse eco, juntando e articulando o som das palavras...
Sei que já sabem de tudo isso, e estou me repetindo...
Saibam, essa é a mensagem de um homem forte...!
Talvez meu testamento final... a maior honra de um homem é poder conhecer a obra que este deixa em vida... os amigos... mesmo que não conheça as ordens das combinações...

Esta é uma carta para vc... sei que tu és a única pessoa que poderia vir aqui a esta hora, e buscar-me, tenha certeza, não te conheço... meramente ao acaso me confundo com suas varizes...
Até que eu estava indo tão bem... este teclado não é um piano... não saem sinfonias de meus dedos... não saem valsas de meus segredos...

Caramba... tenho uma linguagem tão livre que posso me atrair por algum sorteio...
Bem Grazianne, acho que vc é a mulher que amo...

Caramba, como te quero bem, e sei que isso talvez me afaste do próprio querer-te desejando-te...

Como penso em ti e na sua força, com penso em suas amigas... que deitem todas em filas e esperem passar-te por sobre os seios. Rezo para que os anjos bêbados te abracem, e que tu te percas na confusão dos labirintos, pois em ti confio. E tu, América, a ti me devo...
Olho-te no fundo dos olhos morenos, e através de sus miradas, beijo-as todas nos lábios úmidos...

Este meu cântico apaixonado e lento é para molhar-te o vestido... imaginando o véu que lhe cobre os sentidos...

Adentro-lhe como um amigo, relaxo meu peso sobre este corpo suave e liso...

Acaricio-te e vejo, com meus olhos profundos empalhados em sua direção... sussurrando palavras desconexas como imaginando meu sabor azedo... salgado... salvando suas folhas de caderno... arrepio...

Sei que meu amor é mais forte e amanhã a noite estará vazia, distancia-te, e me fecho... festejo... onde está o que buscamos, o que nesta vida faz sentido?

Sei que desta maneira estou contigo, e nada mais, somos amigos... Entre a luz e a espada...

Vou a guerra, onde estão precisando de mim.