Poemas no e-mail

2 de maio de 2009

Choras militante, choras...

Voltar da guerra? Impossível, ninguém retorna!
Se um homem não entra por duas vezes no mesmo rio...
Jamais por certo, pisará de novo no tapete de sua sala ao retornar do continente místico das guerrilhas!

E tu que o amarás... jamais o amarás de novo... Por certo o amor resiste a todos os conflitos, mas por tão machucado, não retorna a manifestar-se além de palavras carinhosas!

E tu, que a amará para sempre, chorarás por saber que o velho que te habita, é impotente para acariciar seus peitos com o carinho necessário!

Choras militante, choras... Derrama enfim seus últimos suspiros...

Entrarás de cabeça baixa no paraíso! Deita-te, acalma seus pensamentos e guarda as energias para as novas tarefas do dia seguinte!